Login com a conta do Facebook >
BBC
Top Gear
Procure em topgear.com.pt

Carros // Testes

Teste: Volkswagen Golf GTI

8/10
€ 50.734
13 Nov 2017
teste-volkswagen-golf-gti

Paixão antiga

Carroçaria pintada de branco, assentos com o padrão do Golf GTI original e as três letras vermelhas na grelha frontal e na porta da bagageira. Só faltava mesmo ser a versão de três portas e ter um comando da caixa a imitar a bola de Golf tal como no GTI original para nos deixar completamente rendidos. O Golf GTI ainda é, na nossa opinião, a versão mais especial de toda a gama.

Claro que quem quer melhores prestações e uma dinâmica ainda mais apurada, vai preferir a versão R de 300 cavalos e tração integral, da mesma forma que quem desejar o mesmo visual desportivo, mas preferir um motor diesel ou mesmo uma solução híbrida, irá certamente optar pelo GTD ou pelo GTE. Mas depois, há aqueles que já acompanham a história deste modelo há alguns anos. E para esses, o GTI será sempre a opção mais especial.

A nova geração do Volkswagen Golf recebeu uma atualização, mais tecnológica do que visual, mas nesta versão GTI inclui para-choques mais desportivos e umas imponentes jantes de 19 polegadas para reforçar o tema da cosmética. Estão presentes os novos faróis dianteiros em LED, com uma assinatura visual mais desportiva e as óticas traseiras, também em LED, com os novos indicadores de mudança de direção que parecem querer viajar no sentido que vamos tomar.

  • 1 | 12
  • 2 | 12
  • 3 | 12
  • 4 | 12
  • 5 | 12
  • 6 | 12
  • 7 | 12
  • 8 | 12
  • 9 | 12
  • 10 | 12
  • 11 | 12
  • 12 | 12

No habitáculo, a imagem geral é muito familiar, tal como a boa posição de condução, mas a nossa atenção vai quase toda para o novo painel de instrumentos totalmente digital e para o enorme monitor da consola central, que é tátil e nos permite escolher entre os diversos modos de condução disponíveis. É graças a este sistema que podemos escolher entre um Golf GTI que pode ser utilizado no dia-a-dia nas deslocações mais diárias ou um verdadeiro desportivo de tração dianteira que podemos levar para as nossas estradas retorcidas preferidas.

O motor do Golf GTI é o 2.0 TSI de 245 cavalos, que responde na perfeição consoante o modo de condução que temos selecionado. Pode estar parado no trânsito a usar o Start/Stop e a tentar chegar à média de consumo urbano declarada um pouco acima dos oito litros, mas também pode mudar de som e fazer com que o ponteiro do conta‑rotações receba uma sessão de exercício como poucos, graças às passagens mais bruscas da caixa de velocidades DSG. E tudo isto por um valor que fica ligeiramente acima dos 50 mil euros, por se tratar da versão de cinco portas e ter uma caixa de velocidades DSG em vez da manual.

Texto: André Mendes
Fotos: Pedro M. Barreiros
Artigo publicado na TopGear nº 76 (Outubro 2017)

Ficha técnica:
1.984 cc, 4 cilindros, tração dianteira, 245 cavalos, 370 Nm
6,3 l/100 km, 144 g/km CO2
0 100 km/h em 6,2 segundos, vel. máx.: 248 km/h
1.415 kg

Últimos Testes
Teste: Ford Fiesta 1.0 EcoBoost

A nova geração do Ford Fiesta promete muito... E cumpre em quase tudo!

Ler mais
Teste: Volkswagen Golf GTI

A gama Golf conta ainda com mais versões e opções. mas o GTI continua a ocupar um lugar especial.

Ler mais
Teste: BMW 520d Touring

Muito conforto a bordo e um prestável motor de dois litros com 190 cavalos. Bons consumos e muita autonomia.

Ler mais
TopGear # 78
Bem-vindo ao Facebook da TopGear Portugal
Bem-vindo ao Facebook da TopGear Portugal
Junte-se aos quase 200 mil fãs da melhor revista de automóveis do mundo!
Clique aqui