Login com a conta do Facebook >
BBC
Top Gear
Procure em topgear.com.pt

Carros // Testes

Teste: Opel Insignia Sports Tourer 2.0d

7/10
€ 45.230
09 Jan 2018
teste-opel-insignia-sports-tourer-2-0d

Símbolo familiar

O carro que vê nas imagens é o novo Opel Insignia Sports Tourer. Representa, principalmente nos mercados que adoram este tipo de carroçaria, a melhor opção da Opel para quem precisa de muito espaço, tanto para carga como para passageiros, e não quer sacrificar totalmente o prazer de condução. Melhor, esta geração está, em média, 200 kg mais leve que a anterior, e a capacidade máxima da bagageira foi reforçada em 130 litros. E as melhorias não ficam por aí.

O design foi revisto de uma ponta a outra, o nível tecnológico subiu alguns degraus na escala da evolução e os materiais usados são melhores. Portanto, o Insignia conseguiu elevar-se no seu posicionamento sem que a fórmula que lhe deu origem tenha sofrido alterações consideráveis. A bagageira colossal continua cá (560 litros de capacidade mínima, e 1.665 litros de capacidade máxima), o espaço desafogado para todos os ocupantes nunca desilude e o conforto é a nota dominante da experiência Insignia Sports Tourer.

  • 1 | 24
  • 2 | 24
  • 3 | 24
  • 4 | 24
  • 5 | 24
  • 6 | 24
  • 7 | 24
  • 8 | 24
  • 9 | 24
  • 10 | 24
  • 11 | 24
  • 12 | 24
  • 13 | 24
  • 14 | 24
  • 15 | 24
  • 16 | 24
  • 17 | 24
  • 18 | 24
  • 19 | 24
  • 20 | 24
  • 21 | 24
  • 22 | 24
  • 23 | 24
  • 24 | 24

O Sports Tourer que passou pela TG tem sob o capot um motor diesel com 1.956 cc de capacidade que produz 170 cv e 400 Nm de binário. São valores suficientes para conceder ritmos bem acelerados ao carro, ainda que as quase 1,6 toneladas se façam sentir em certas alturas, principalmente nas curvas. O consumo reflete, como seria de esperar, o material de que é feito o pé direito do condutor – se for de chumbo, este Insignia apresenta valores próximos dos 7,0 l/100 km, mas se for de algo bem mais leve já tem direito a um valor começado por “5”, como os nossos 5,8 l/100 km. A caixa de velocidades, cuja operação é muito suave, dá uma ajuda nesse sentido porque o escalonamento da sexta relação permite fazer consumos baixos em autoestrada.

A versão Innovation que aqui temos inclui de série bastante equipamento interessante, como os faróis LED (que transformam qualquer estrada escura em faixas iluminadas de alcatrão sem cegar os outros condutores), a câmara traseira que auxilia as manobras de estacionamento traseiras, o ar condicionado automático bizona, a porta automática da bagageira ou o painel de instrumentos composto pelos mostradores tradicionais e por um generoso ecrã multifunções de oito polegadas.

Aos 45.230 euros que custa este Insignia ST 2.0 Turbo D Innovation tem de adicionar o valor de alguns extras (as belas jantes de 18”, por exemplo, ou o Head-up Display), mas esta não deixa de ser uma boa proposta no campo dos familiares espaçosos.

Texto: Nuno Assunção
Fotos: Pedro M. Barreiros
Artigo completo publicado na TopGear nº 75 (Setembro 2017)

Ficha técnica:
1.956 cc, 4 cilindros, tração dianteira, 170 cavalos, 400 Nm
5,3 l/100 km, 139 g/km CO2
0 100 km/h em 8,9 segundos, vel. máx.: 223 km/h
1.582 kg

 

Últimos Testes
Teste: Suzuki Swift 1.0 BoosterJet

Swift volta em grande, com motor 1.0, espaço e agilidade!

Ler mais
Teste: Mazda CX-3 AWD SKYACTIV-D

A presença da tração integral deixa de ser uma vantagem quando não há chuva nem neve.

Ler mais
Teste: Volvo XC40 D4 Momentum

Requinte, conforto e um motor diesel com 190 cavalos. Está aí o novo Volvo XC40 D4.

Ler mais
TopGear # 83
Bem-vindo ao Facebook da TopGear Portugal
Bem-vindo ao Facebook da TopGear Portugal
Junte-se aos quase 200 mil fãs da melhor revista de automóveis do mundo!
Clique aqui