Login com a conta do Facebook >
BBC
Top Gear
Procure em topgear.com.pt

Carros // Galerias

Rimac volta a inovar com o seu C_Two

  • 1 | 33
  • 2 | 33
  • 3 | 33
  • 4 | 33
  • 5 | 33
  • 6 | 33
  • 7 | 33
  • 8 | 33
  • 9 | 33
  • 10 | 33
  • 11 | 33
  • 12 | 33
  • 13 | 33
  • 14 | 33
  • 15 | 33
  • 16 | 33
  • 17 | 33
  • 18 | 33
  • 19 | 33
  • 20 | 33
  • 21 | 33
  • 22 | 33
  • 23 | 33
  • 24 | 33
  • 25 | 33
  • 26 | 33
  • 27 | 33
  • 28 | 33
  • 29 | 33
  • 30 | 33
  • 31 | 33
  • 32 | 33
  • 33 | 33

O mundo dos automóveis elétricos nunca vai poder pôr de parte o superdesportivo da Rimac. Foi, talvez, o primeiro automóvel totalmente elétrico a ser chamado de superdesportivo, uma vez que oferecia prestações e soluções como mais nenhum outro construtor tinha conseguido até agora. O Rimac Concept One foi um marco importante no mundo dos automóveis elétricos e agora, no Salão de Genebra, a marca Croata tem em exibição o seu segundo modelo.

O C_Two, como foi batizado é o segundo concept da marca e vai garantidamente marcar novas metas para os construtores. No seu cartão-de-visita estão números como os 1.914 cavalos de potência máxima ou os 2.300 Nm de binário, mas também os 412 km/h de velocidade máxima e 1,85 segundos para cumprir a aceleração dos 0 aos 100 km/h.

O desenho da carroçaria é ainda mais agressivo, mas tem como principal prioridade a eficácia aerodinâmica para que o C_Two seja ainda mais eficiente. Para isso, estão presentes coberturas das rodas mais aerodinâmicas, um capot ativo, uma asa traseira que se ergue consoante a necessidade de pressão aerodinâmica e um resultado final de apenas 0,28 cD.

A estrutura do C_Two é quase totalmente produzida em fibra de carbono, com apenas algumas zonas de deformação em alumínio. A bateria tem uma capacidade de 120 kWh e consegue produzir algo como 1,4 MW de potência, que alimentam os quatro motores elétricos do C_Two, um em cada roda. Para estas prestações, estão presentes duas caixas de velocidades de apenas uma relação nas rodas dianteiras e outras duas, mas com duas relações cada nas rodas traseiras.

O novo modelo aposta forte na conectividade com o exterior, mas também em soluções como a vectorização de binário ou a aprendizagem do sistema, com o objetivo de oferecer a melhor experiência de condução possível. No habitáculo, há uma imagem mais moderna e tecnológica, mas também mais luxuosa do que no modelo anterior. Nem sequer falta um extintor específico para quando algumas provas de velocidade em rampas possam não correr da melhor forma.

Quem disse que os carros elétricos iam ser chatos e pouco interessantes?

André Mendes

Comentários
Para comentar terá de fazer Login ou Registo.
Últimas Galerias
Rolls-Royce junta-se ao mundo dos SUV's

O novo Cullinan é o primeiro modelo da marca que está destinado ao mundo dos SUV

Ler mais
Maybach mostra a definição do luxo

A Mercedes-Maybach vai mostrar um novo Concept no Salão de Pequim

Ler mais
Ao volante do Kia Picanto GT Cup

Troféu está prestes a arrancar e a TopGear pôs as mãos no volante

Ler mais
TopGear # 86
Bem-vindo ao Facebook da TopGear Portugal
Bem-vindo ao Facebook da TopGear Portugal
Junte-se aos quase 200 mil fãs da melhor revista de automóveis do mundo!
Clique aqui