Login com a conta do Facebook >
BBC
Top Gear
Procure em topgear.com.pt

Carros // Galerias

McLaren P1 comemora o seu 5º aniversário

  • 1 | 22
  • 2 | 22
  • 3 | 22
  • 4 | 22
  • 5 | 22
  • 6 | 22
  • 7 | 22
  • 8 | 22
  • 9 | 22
  • 10 | 22
  • 11 | 22
  • 12 | 22
  • 13 | 22
  • 14 | 22
  • 15 | 22
  • 16 | 22
  • 17 | 22
  • 18 | 22
  • 19 | 22
  • 20 | 22
  • 21 | 22
  • 22 | 22

E assim de repente, já se passaram cinco anos desde que assistimos ao lançamento de um dos melhores superdesportivos dos últimos tempos. O McLaren P1 foi apresentado oficialmente ao público como um estudo de design no Salão de Paris de 2012. No entanto, apenas seis meses depois, no Salão de Genebra de 2013, foi finalmente revelada a versão final de produção daquele que foi apresentado como uma espécie de sucessor espiritual do histórico McLaren F1.

Com uma produção muito limitada de apenas 375 automóveis, rapidamente se esgotaram as oportunidades de conseguir um destes modelos, apesar da sua etiqueta de preço elevada e o último modelo a ser produzido já saiu da fábrica em Dezembro de 2015. Ainda assim, a McLaren afirma que não há dois P1 iguais, uma vez que todos eles foram construídos segundo as especificações de cada cliente, com a ajuda do departamento de operações especiais da própria McLaren, em Woking, Surrey, no Reino Unido. E se o cliente desejar, cada um destes P1 pode ainda sofrer alterações, mesmo depois da sua construção se o seu proprietário assim o desejar. Por um preço, claro… Cada um dos McLaren P1 foi construído por uma equipa de 82 pessoas, ao longo de quatro fases de montagem e cada carro demorou cerca de 17 dias a ficar pronto.

Aquele que foi concebido para ser o melhor “driver’s car” do planeta já estava inscrito na história do mundo automóvel mesmo antes de existir, mas algumas das suas caraterísticas e as prestações registadas pelas pessoas que tiveram oportunidade de o conduzir afirmam que algo mais do que merecido. No entanto, para aqueles que adoram números, podemos relembrar que este é o McLaren que consegue acelerar dos 0 aos 100 km/h em apenas 2,8 segundos, dos 0 aos 200 km/h em 6,8 segundos e dos 0 aos 300 km/h em menos cinco segundos e meio que o lendário McLaren F1, ou seja, em 16,5 segundos.

Os sistemas herdados diretamente da Fórmula 1, desde a aerodinâmica ativa até à forma como a potência de 916 cavalos do sistema híbrido (sim, o P1 é um híbrido) é oferecida ao condutor, tudo fez com que este modelo se tornasse num dos superdesportivos mais desejados do planeta. E atualmente, os preços das poucas unidades que se vão encontrando no mercado, já alcançam alguns milhões de euros.

André Mendes

Comentários
Para comentar terá de fazer Login ou Registo.
Últimas Galerias
McLaren homenageia Ayrton Senna

O modelo mais extremo da McLaren chama-se Senna e é a melhor arma possível para pista e estrada.

Ler mais
Prémios TopGear Carro do Ano 2017

Já são conhecidos os vencedores dos Prémios TopGear Carro do Ano 2017

Ler mais
Imagens do Salão do Automóvel 2017

Saiba quais são as novidades que poderá descobrir na FIL até dia 26.

Ler mais
TopGear # 79
Bem-vindo ao Facebook da TopGear Portugal
Bem-vindo ao Facebook da TopGear Portugal
Junte-se aos quase 200 mil fãs da melhor revista de automóveis do mundo!
Clique aqui